O efeito da atividade física nas comorbidades psiquiátricas de pessoas com cefaleias primárias: Um estudo transversal da coorte do ELSA-Brasil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.48208/HeadacheMed.2021.Supplement.44

Keywords:

Atividade física, Migrânea, Cefaleia do tipo tensão, Depressão, Ansiedade

Abstract

Introdução

A atividade física (AF) está associada a menor prevalência de cefaleias primárias e transtornos psiquiátricos, mas seu efeito nessas comorbidade é desconhecido.

Objetivo

Estimar os efeitos de interação entre níveis de AF e cefaleias primárias como preditores de depressão e ansiedade.

Métodos

Uma análise transversal no estudo ELSA-Brasil, modelos de regressão logística computaram a associação entre cefaleias primárias (ICHD-2) e depressão e ansiedade 

(CIS-R). Interações entre níveis de AF (inativo, insuficientemente ativo, ativo e muito ativo no tempo de lazer e no deslocamento) com migrânea (definitiva e provável) e cefaleia do tipo tensão (CTT, definitiva e provável) foram estimados como preditores de depressão e ansiedade. Todos os modelos foram ajustados para dados sociodemográficos, fatores de risco cardiovascular e uso de medicamentos preventivos para migrânea. 

Resultados

Dados completos foram obtidos de 14.546 participantes, 54,3% mulheres, mediana (IQR) da idade = 51 (45-58) anos. Todos as cefaleias primárias se associaram com maior frequência de depressão e/ou ansiedade. Em comparação com pessoas inativas sem cefaleias, os efeitos de interação de muito ativo/ativo com migrânea (definitiva e provável) e CTT provável anularam suas associações com depressão, enquanto muito ativo com CTT resultou em menor chance de depressão [OR (IC 95%): 0,37 (0,16-0,81), p = 0,014]. Interações de muito ativo/ativo com provável migrânea e CTT (definitiva e provável) mostraram associação nula com ansiedade. No deslocamento, a interação de insuficientemente com CTT reduziu as chances de depressão [OR (IC 95%): 0,48 (0,29-0,77), p = 0,003], enquanto as interações de muito ativo/ativo com provável migrânea, CTT (definitiva e provável) anularam suas associações com depressão. Ativo com provável CTT resultou em associação nula com ansiedade.

Conclusões

No ELSA-Brasil, os níveis de AF representaram um atenuador da relação entre cefaleia e transtornos psiquiátricos.

Downloads

Download data is not yet available.

Downloads

Published

18/11/2021

How to Cite

1.
Oliveira AB de, Peres MFP, Mercante JPP, Molina M del CB, Lotufo PA, Benseñor IM, Goulart AC. O efeito da atividade física nas comorbidades psiquiátricas de pessoas com cefaleias primárias: Um estudo transversal da coorte do ELSA-Brasil. HM [Internet]. 2021 Nov. 18 [cited 2021 Dec. 1];12(Supplement):44. Available from: https://headachemedicine.com.br/index.php/hm/article/view/547

Issue

Section

Abstracts

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 > >>