A dor de cabeça como primeiro sintoma da síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada: uma revisão sistemática

Authors

  • Ariane Jurno Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.48208/HeadacheMed.2020.Supplement.13

Keywords:

Vogt-Koyanagi-Harada, Uveomeningoencefalite, Panuveíte

Abstract

Introdução
A Síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada (VKH) é uma panuveíte associada a perda visual grave e variados sintomas sistêmicos, que prevalece em mulheres asiática e latinoamericanas, com idades entre 15-78 anos. A doença tem início com uma fase de pródromos, desencadeada por uma infecção viral, e que dura dias a semanas. Nesta fase, antes do envolvimento ocular, o sintoma mais comum é a dor de cabeça (82%), de intensidade variada, e que pode ser acompanhada por meningismo (55%) e febre (18%). A identificação precoce dos sintomas permite um diagnóstico ainda na fase prodrômica, possibilitando um tratamento precoce e maior chance de
sucesso para o paciente.
Material e Métodos
Realizou-se uma pesquisa das evidências científicas presentes na base de dados MedLine, na qual foram utilizados os descritores “Vogt-Koyanagi-Harada”, “uveomeningoencephalitic syndrome” e suas respectivas variações de acordo com o MeSH. Foram incluídos relatos de caso dos últimos 5 anos disponíveis em inglês, e excluídos os estudos que relatam outras doenças como diagnóstico principal.
Resultados
Dentre os 57 estudos encontrados, 38 cumpriram os critérios de inclusão e foram considerados nesta revisão. Destes, 17 descreveram a dor de cabeça como o primeiro sintoma de VKH, precedendo os sintomas oculares em 1 a 4 semanas. 3 relatos apresentaram a dor de cabeça associada a outros sintomas, como sonolência, e 4 classificaram a dor como severa. Dos demais trabalhos, 17 iniciaram a VKH com perda visual, 2 com hiperemia ocular e 2 com dor retrocular. Considerando todos os sintomas, não só a queixa principal, 22 artigos relataram dor de cabeça entre as queixas, enquanto 16 pacientes não apresentar dor em nenhum momento da doença.
Conclusão
Ainda que a perda visual seja o sintoma mais frequente da VKH, a dor de cabeça mostrou-se uma importante queixa extra-ocular, visto que precedeu os sintomas visuais em quase metade dos pacientes e esteve presente em aproximadamente dois terços dos casos relatados. Ressalta-se a importância de se valorizar a queixa de dor de cabeça, principalmente quando associada a sintomas oculares ou quando presente na população de risco.

Downloads

Download data is not yet available.

Downloads

Published

30/11/2020

How to Cite

1.
Jurno A. A dor de cabeça como primeiro sintoma da síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada: uma revisão sistemática. HM [Internet]. 2020 Nov. 30 [cited 2021 Jun. 20];11(Supplement):13. Available from: https://headachemedicine.com.br/index.php/hm/article/view/98

Issue

Section

Abstracts