Nucleotratotomia trigeminal percutânea: uma alternativa terapêutica para portadores de neuralgias faciais

Authors

  • Arthur Hister Gurgel UNIFACISA
  • Nilson Batista Lemos UNIFACISA
  • Victor Higor Lopes da Silva UNIFACISA
  • Victor Gabino de Macedo UNIFACISA
  • Anne da Nóbrega Souza UNIFACISA
  • João Palmeira dos Santos Neto UNIFACISA
  • Luciana Karla Viana Barroso UNIFACISA

DOI:

https://doi.org/10.48208/HeadacheMed.2020.Supplement.12

Keywords:

Nucleotratotomia, neuralgia, dor facial

Abstract

Introdução
As neuralgias faciais são doenças, de causas vastas, que acometem, principalmente, os V, VII, IX e X pares de nervos cranianos, gerando muita dor na região inervada por estes. Muitos que sofrem deste mal costumam melhorar com o uso de terapia farmacológica. Outros, entretanto, apresentam um quadro refratário ao uso de medicamentos e precisam recorrer a procedimentos cirúrgicos. A Nucleotratotomia Trigeminal Percutânea (NTP) consiste na ablação do núcleo do trato espinal do nervo trigêmeo e de suas fibras descendentes, abolindo as aferências nociceptivas e térmicas enquanto preserva a sensibilidade, propriocepção e funções motoras do V par craniano. Assim, é importante avaliar a eficácia da NTP no alívio da dor em pacientes refratários à terapia medicamentosa.
Material e Métodos
Trata- se de uma revisão de literatura, realizada através de buscas nas bases de dados Pubmed e Medline e, para tanto, foram utilizados os seguintes descritores: Tractotomy; Trigeminal; Facial pain, associados ao operador booleano AND. Em relação aos critérios de elegibilidade, os artigos deveriam possuir data de publicação entre 2000 e 2020 e idioma inglês ou português, o que resultou em 5 artigos selecionados.
Resultados
Os estudos mostraram que, dos 56 pacientes que sofriam de neuralgias, 42 relataram total ausência da dor no pós-operatório, mantendose ao longo dos anos. Entre os demais, alguns relataram remissão da dor e precisaram complementar a terapia com o procedimento de Lesão do Trato de Lissauer e Corno Posterior da Medula (DREZ) para obter uma melhora significativa de seus sintomas. Essa alta eficácia da NTP foi observada nos diversos tipos de neuralgias, como a Vagoglossofaríngea, Facial (do gânglio geniculado) e Trigeminal. Além disso, os efeitos colaterais reportados foram poucos e temporários, sendo a maioria deles uma leve ataxia. Ademais, essa técnica mostrou-se menos invasiva quando comparada com a DREZ, procedimento mais utilizado para esses casos.
Conclusão
Conclui-se que a Nucleotratotomia Trigeminal Percutânea é eficaz, com grande melhora do quadro da dor, pouco invasiva e sem efeitos adversos graves para o tratamento das dores causadas por vários tipos de neuralgias. Destarte, observado os benefícios, essa técnica merece ser mais pesquisada e divulgada na literatura, ampliando a sua utilização com o objetivo de levar uma melhora na qualidade de vida dos portadores dessas doenças.

Downloads

Download data is not yet available.

Downloads

Published

30/11/2020

How to Cite

1.
Gurgel AH, Lemos NB, Silva VHL da, Macedo VG de, Souza A da N, Santos Neto JP dos, Barroso LKV. Nucleotratotomia trigeminal percutânea: uma alternativa terapêutica para portadores de neuralgias faciais. HM [Internet]. 2020 Nov. 30 [cited 2021 Oct. 27];11(Supplement):12. Available from: https://headachemedicine.com.br/index.php/hm/article/view/97

Issue

Section

Abstracts