A associação da dor cervical crônica e migrânea influência no desempenho do teste de resistência cervical?

Authors

DOI:

https://doi.org/10.48208/HeadacheMed.2021.Supplement.1

Keywords:

Migrânea, Dor cervical, Disfunção muscular, Resistência, Dor de cabeça

Abstract

Introdução

O relato da dor cervical nos pacientes com migrânea pode contribuir negativamente para o aumento das crises de cefaleia e severidade da alodínia cutânea, com impacto nas atividades de vida diária.

 

Objetivo

Verificar se o desempenho de mulheres com migrânea durante o teste de resistência muscular cervical é afetado pelo diagnóstico clínico de migrânea e/ou dor cervical, pelo relato de dor de cabeça e/ou pescoço ou ambos os componentes.

 

Métodos

100 mulheres estratificadas por diagnóstico (migrânea, dor cervical, ambas e nenhuma) e pela dor autorreferida (com ou sem cefaleia e/ou dor cervical) realizaram o teste de resistência muscular cervical. As participantes foram questionadas se tiveram dor no pescoço e /ou cabeça.  Foi realizado teste T de Welch e o teste McNemar.

 

Resultados

Para o diagnóstico, os dados revelaram que durante o teste de resistência em flexão, os pacientes com migrânea e dor cervical apresentaram menor resistência quando comparados ao controle (p<0,05). Durante a extensão, os grupos de dor cervical com ou sem migrânea tiveram tempo de sustentação menor que o grupo controle (p <0,05). Na estratificação quanto ao relato de dor durante o teste em flexão e extensão, os dados mostraram que aqueles que relataram cefaleia, sustentaram por menos tempo do que aqueles sem cefaleia. Resultados semelhantes foram observados ao comparar aqueles com dor de cabeça e pescoço e sem dor durante o teste (p <0,05).

 

Conclusão

O diagnóstico clínico não foi  único fator decisivo para o desempenho da resistência muscular cervical. A presença do relato de cefaleia associada ou não à dor no pescoço após o teste também limitou a atividade. Portanto, há um componente de sensibilização central que proporciona a alteração no desempenho, porém ainda não é possível determinar se é o fator que atua diretamente no baixo desempenho de migranosas.

Downloads

Download data is not yet available.

Downloads

Published

02/11/2021

How to Cite

1.
Rodrigues A, Bragato MM, Florencio LL, Bigal L, Bigal M, Bevilaqua-Grossi D. A associação da dor cervical crônica e migrânea influência no desempenho do teste de resistência cervical?. HM [Internet]. 2021 Nov. 2 [cited 2021 Dec. 1];12(Supplement):1. Available from: https://headachemedicine.com.br/index.php/hm/article/view/470

Issue

Section

Abstracts

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>