Correlação entre a disfunção da articulação temporomandibular e cefaléia

Authors

  • Camilla de Aguiar Universidade Federal de Pernambuco
  • Victor Leonardo de Melo Universidade Federal de Pernambuco
  • Júlia Beck Universidade Federal de Pernambuco
  • Bruna Heloísa de Melo Universidade Federal de Pernambuco
  • José Leonardo Souza Universidade Federal de Pernambuco
  • Arnaldo Caldas Júnior Universidade Federal de Pernambuco
  • Ricardo Eugenio de Melo Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.48208/HeadacheMed.2020.Supplement.76

Keywords:

Português

Abstract

Introdução
Disfunção temporomandibular (DTM) caracteriza-se por um conjunto de sinais e sintomas, como dores na região da ATM, nos músculos da mastigação e em regiões radiadas da cabeça e do pescoço. A relação entre essas disfunções temporomandibulares (DTM) e os diferentes tipos de cefaléias ainda não está bem compreendida, mas a dor de cabeça é provavelmente o sintoma mais comum DTM.
Material e Métodos
Revisão de literatura, utilizando a base de dados Embase, Scielo e pubmed, utilizando os descritores: Cefaleia, Dor Facial, Síndrome da Disfunção da Articulação Temporomandibular. Utilizou-se restricão temporal de 2016 a 2020 com artigos na língua inglesa como critérios de inclusão e critérios de exclusão foram excluídos os trabalhos que não tinham correlação a temática estudada.
Resultados
Tem sido sugerida e apresentada, na literatura, uma correlação existente entre dor de cabeça e sinais e sintomas de anomalias do aparelho mastigatório. A cefaléia pode ser definida como qualquer dor manifestada no segmento cefálico, que tem como fatores predisponentes as condições relacionadas ao sistema estomatognático. Muitos estudos encontraram dados de cefaleias recorrentes em 70% a 80% dos pacientes com disfunção temporomandibular, queixa de cefaléia esteve presente, na sua maioria, no gênero feminino, com uma parcela significativa dos indivíduos em uma faixa etária que varia entre 33 a 83 anos de idade.
Conclusão
Observa-se nos estudos que a maioria dos pacientes com DTM apresentam quadro de cefaléia como um dos sintomas da disfunção, e deve-se conscientizar esses pacientes a procurarem os profissionais especializados nessa área, para que possam tratar a DTM através de recursos específicos para cada caso e, assim, se atenuarem os possíveis quadros de cefaléia, permitindo, dessa maneira, uma melhora na qualidade de vida de tais indivíduos.

Downloads

Download data is not yet available.

Downloads

Published

30/11/2020

How to Cite

1.
Aguiar C de, Melo VL de, Beck J, Melo BH de, Souza JL, Caldas Júnior A, Melo RE de. Correlação entre a disfunção da articulação temporomandibular e cefaléia. HM [Internet]. 2020 Nov. 30 [cited 2021 Jun. 20];11(Supplement):76. Available from: https://headachemedicine.com.br/index.php/hm/article/view/163

Issue

Section

Abstracts

Similar Articles

1 2 3 4 5 6 7 > >> 

You may also start an advanced similarity search for this article.

Most read articles by the same author(s)